Livre-se das gorduras com a pratica do spinning

Pedalar é, e sempre foi, uma prática esportiva muito agradável e dinâmica, e ainda ajuda a queimar calorias, eliminando as gorduras localizadas. Se você nunca aprendeu andar de bike, pode ter a oportunidade de fazer isso sem correr o risco de cair, o exercício mais praticado nos dias de hoje é o spinning, que é uma bicicleta estática própria para pedalar e exercitar.

A postura em cima da bicicleta e os movimentos contínuos fazem com que uma aula de spinning mande embora de 500 a 900 calorias (mulheres perto de 570 e homens perto de 879), ajudando ainda a tonificar pernas, bumbum e abdômen. Agora dá para entender, porque as academias estão sempre lotadas de pessoas em cima das bikes.

spinning

Longe de ser um exercício monótono, o spinning simula muitas situações que exigem performances mais radicais do corpo, como a subida de uma montanha imaginária, descidas íngremes e retas feitas para correr, tudo isso é conseguido através dos programas que as bikes possuem e que mexem com a freqüência da pedalada.

Se você costuma ir à academia, mas não gosta da bike estática, é bom experimentar para tirar proveito de todos os benefícios que o equipamento pode proporcionar, um treino de uma hora tem a mesma intensidade do circuito de aparelhos ou de uma aula com exercícios aeróbicos. Veja mais aqui sobre a modalidade de bike indoor.

 

5 dicas para eliminar gordura fazendo spinning

Alguns especialistas e treinadores indicam tomar atitudes corretas na hora de praticar o spinning, para obter o máximo de rendimento e conseguir resultados ótimos.

1 – Hidratação

Carregue sempre uma garrafa com água quando for fazer o exercício. Tomar um isotônico pode ser uma boa pedida, pois além de hidratar também repõe carboidratos e minerais necessários ao organismo. Porém, tome cuidado para não exagerar, pois essas bebidas são muito calóricas, se for tomar gel de carboidrato, dilua antes em água para poder eliminar calorias corretamente.

2 – Siga o plano de aulas

Seguir corretamente a programação de aulas é a melhor forma de conseguir extrair resultados excelentes da prática de spinning. Cada “tipo” de pedalada age em pontos diferentes, assim fazer as sessões de montanha trabalhará a musculatura das pernas e os exercícios endurance são para perda de gordura. É possível fazer programa diário sem monotonia.

3 – Frequencímetro

O aparelho, que toda bike possui, tem a finalidade de acompanhar a freqüência dos batimentos do coração enquanto está fazendo o exercício. Ele mostra se você está abaixo ou acima da zona-alvo, fazendo com que o treinamento seja mais funcional. Pedalar em freqüências mais altas, promove a queima de gorduras.

4 – Equipamentos

Experimente trocar o tênis por uma sapatilha igual a que os ciclistas profissionais utilizam. Ela tem o solado mais duro permitindo que a força feita pela perna atinja o pedal diretamente, sem deixar a energia ser desperdiçada. Cobrir o banco da bike com uma capa de gel, ou usar uma bermuda acolchoada trará mais conforto para o bumbum, deixando o exercício mais agradável.

5 – Segurança

Leve uma toalha pequena para secar as mãos e não correr o risco de escorregar da bike. Manter a posição correta também ajuda a não lesionar joelhos e costas. Regule corretamente a altura do banco, do guidão e o ajuste do firma-pé.